Fonte Maior Fonte Padrão Fonte Menor
17 Abr 2012
Humor: O Pastor Tá Me Seguindo
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Humor


15 Jul 2009
O filho que queria o carro do pai emprestado
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Humor

O filho roqueiro de um pastor da igreja está prestes a completar 18 anos. Louco pra dirigir, o rapaz resolve pedir o carro emprestado ao pai. Depois de pensar um pouco, o pastor responde:

- Filho, vamos fazer o seguinte: você melhora suas notas na escola, estuda a Bíblia todos os dias e corta esse cabelo. E aí voltamos a conversar.

Um mês depois, o rapaz volta a perguntar ao pai se pode usar o carro.

- Filho, eu estou realmente orgulhoso: você dobrou suas notas na escola e estudou bem a Bíblia. Mas não cortou o cabelo! E como fica o nosso trato?

- Papai, lendo a Bíblia, eu fiquei intrigado - responde o filho - Sansão usava cabelos longos, Noé também. Até Jesus tinha cabelos compridos! E todos eram boas pessoas!

E o pai:

- É verdade filho... e todos eles andavam a pé...

Fonte: Internet


13 Jul 2009
Carta de uma mãe portuguesa
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Humor

Lisboa, Portugal

Querido filho:

Escrevo-te esta linha para que saibas que a mãe está viva.

Vou escrever bem devagar pois sei que não consegues ler depressa.

Caso estejas sem tempo de escrever à mãe, manda uma carta dizendo que quando estiveres mais tranquilo vais mandar notícias.

Se tu viesses hoje aqui em casa não irias reconhecer mais nada, porque mudamos.

Temos agora uma máquina de lavar roupa. Mas não trabalha muito bem. Na semana passada pus lá 14 camisas, apertei o botão e nunca mais as vi. Vai ver que esta marca Hydra não é das melhores.

Tua irmã Maria está grávida. Mas ainda não sabemos se vai ser menino ou menina. Portanto, não podemos te dizer se vais ser tio ou tia.

Teu pai arranjou um bom emprego. Tem 2300 homens abaixo dele. É o responsável pelo corte da grama do cemitério.

Quem anda sumido é teu tio Venâncio, que morreu no ano passado.

Lembra-te do teu tio Joaquim? Então, afogou-se no mês passado num depósito de vinho. Oito compadres dele tentaram salvá-lo, mas o tio lutou bravamente contra eles. O corpo foi cremado há duas semanas. Levaram oito dias para apagar o incêndio.

Os engarrafadores de refrigerante aqui finalmente tiveram uma grande idéia de colocar uma indicaão na tampinha, dizendo "abra por aqui". Facilitou-nos muito a vida. Espero que os daí façam a mesma coisa. Caso esteja difícil para ti, a mãe te manda algumas garrafas.

Teu irmão, João, continua o mesmo de sempre. Semana passada fechou o carro com as chaves dentro. Perdeu um tempão indo até a casa pegar a cópia da chave, para poder tirar-nos todos de dentro do automóvel.

Estava um calor de rachar. Por falar em calor, o tempo aqui está muito estranho. Esta semana só choveu duas vezes. Na primeira vez choveu durante 3 dias. Na segunda vez choveu durante 4 dias.

Esta carta te mando através do Gabriel, que vai amanhã para aí. A propósito, será que podes pegá-lo no aeroporto?

Lembrei de uma coisa importante. Terás um problema para falar com a mãe, caso decidas escrever-me. Não sei o endereço desta casa nova. A última família que morou aqui, antes de nós, também era portuguesa e levou a placa da rua e o número da casa para não precisar mudar de endereço.

Se encontrares a Teresa, dê-lhe um alô da minha parte.

Caso não encontres, não precisas dizer nada.

Adeus. Tua mãe que te ama.

Fátima Manoela da Alcova

P.S.: Ia mandar-te 2000 escudos, mas fica para outra vez. Já fechei o envelope!!!!!!!!!

Fonte: Internet


08 Nov 2008
O Cordel da Apostasia
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Humor

O cordel da apostasia

Indo direto ao assunto.
Estou muito preocupado
Com o que anda se pregando
E sendo aceito adoidado.
Tão mentindo para o povo
Com esse evangelho novo
Que é anatemizado.(Gl.1:8)

Outro dia alguém me disse,
Parece conversa de bebo,
Que o diabo não existe
Só existe se eu concebo
Que morar de aluguel é pecado
E que pra ser abençoado
Basta dizer “eu recebo”

É corrente da casa própria
Corrente da impotência
Corrente do descarrego
Meu Deus quanta imprudência
E a pergunta que me sai
É até onde vai
A falta de inteligência.

Uma coisa bem marcante
Na nova teologia.
É que o dinheiro é que manda
Parece as Casas Bahia.
Sobra pastor interesseiro
Que topa tudo por dinheiro.
Até fazer baixaria.

E por falar em pastor.
Essa palavra é pequena
Eles querem é ser apóstolo
Ser pastor não vale a pena
Querem patriarcas entre os seus
Arcanjo ou vice Deus
Pra renda não ser pequena.

Mas uma coisa me alegra.
Ao ver tanta aberração
É que Jesus avisou
Não é novidade, não
Mateus capítulos sete.
Aonde Jesus arremete
à chegada dos fi do cão.( Mc 7: 15-23)

Esse outro evangelho
É bem visto por ai
Chamam de nova unção.
Facinho de engolir
Vem com tanto “marketismo”
Que até o catolicismo.
Tá começando a aderir.

Tem unção da risadeira
Da língua dos animais
Unção pra andar de quatro
Pra amarrar satanás.
Unção pra virar pastor.
E curar sem ser doutor
Quaisquer doenças fatais.

Unção é palavra fácil
Na língua desse povão
Muita gente se pergunta
Qual a significação.
Como muito já falei
A única coisa que eu sei
É que unção e outros não são

Se um anjo aparecesse
E me mandasse acreditar
Nesse evangelho falso
Que estão a anunciar
Eu dizia sai capeta
Que com essa tua treta
Tu não vai me enganar (Gl. 1:8,9)

O que escrevi aqui
É só pra acautelar

Fonte: Blog "Sobre fé e + um pouco"


25 Jun 2008
Ditados populares que fazem parte do folclore brasileiro
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Humor

Por: (*) Edemar Vitorino

- Antes tarde que nunca.
- Pensando morreu um burro
- Sorte de uns, o azar de outros
- Aqui se faz, aqui se paga
- A pressa é inimiga da perfeição
- Águas passadas não movem moinhos
- Amigos, amigos, negócios à parte
- A cobra vai fumar.
- Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura
- A união faz a força
- As aparências enganam
- Nem tudo o que reluz é ouro
- A cavalo dado não se olha os dentes
- Antes só do que mau acompanhado
- A galinha do vizinho é sempre mais gorda
- Pensando morreu um burro
- Roupa suja se lava em casa
- Antes tarde do que nunca
- Em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher
- Burro velho não ganha andadura
- Em cada cabeça uma sentença
- Cada macaco no seu galho
- Casa de ferreiro, espeto de pau
- Cutucar a onça com a vara curta
- Cão que ladra não morde
- Cada doido com a sua mania
- De médico e de louco, todos nós temos um pouco
- Cada coisa no seu lugar
- Contra fatos não há argumentos
- Devagar se vai ao longe
- Dinheiro não traz felicidade
- De noite todos os gatos são pardos
- De grão em grão a galinha enche o papo
- Desculpa de aleijado é muleta
- De boas intenções o inferno está cheio
- Deus ajuda, a quem cedo madruga
- Enquanto há vida, há esperança
- Em rio com piranha, jacaré nada de costas
- Em boca fechada não entra mosca
- Em terra de cego quem tem um olho é rei
- é agora que a jurupoca vai piar
- tá procurando chifre na cabeça de cavalo!
- Está na hora da onça beber água
- É difícil agradar a gregos e troianos
- Filho de peixe, peixinho é
- Feliz no jogo, infeliz no amor
- Azar no jogo, sorte no amor
- Focinho de porco não é tomada
- Galinha velha é que dá bom caldo
- Gato escaldado tem medo de água fria
- O homem prevenido vale por dois
- Há males que vem para o bem
- Juntam-se as comadres, descobrem-se as verdades
- Junta-te aos bons, e serás um deles
- Lobo com pele de cordeiro
- Ladrão que rouba a ladrão, tem cem anos de perdão
- Longe da vista, longe do coração
- Matar dois coelhos com uma cajadada só
- Mais vale um pássaro na mão, do que dois voando
- Macaco velho não mete a mão em cumbuca
- Manda quem pode, obedece quem tem juízo
- Mãos frias, coração quente
- É melhor o pouco do que nada
- Mais vale prevenir que remediar
- Não há mal que sempre dure, nem bem que sempre perdure
- Não se deve jogar pérola aos porcos
- Não chame papagaio de meu louro
- Não coloque o carro na frente dos bois
- Não há nada como um dia depois do outro
- Nem oito nem oitenta
- Nem tanto ao mar nem tanto à terra
- Nem tudo o que cai na rede é peixe
- Ninguém nasce sabendo
- Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje
- O pior cego é aquele que não quer ver
- Malhando em ferro frio
- O saber não ocupa lugar
- O que os olhos não vêem o coração não sente
- Os cães ladram e caravana passa
- Onde há fumaça, há fogo
- O hábito faz o monge
- O Seguro morreu de velho
- Pão de pobre cai sempre com a manteiga prá baixo
- Os últimos serão os primeiros
- O segredo é a alma do negócio
- O bom filho à casa torna
- Dinheiro não dá a felicidade, mas ajuda
- O futuro a Deus pertence
- O que os olhos não vêem o coração não sente
- O barato sai caro
- O saber não ocupa espaço
- Pau que nasce torto morre torto
- O sol nasce prá todos
- Trabalho não mata ninguém
- Os opostos se unem
- É prá frente que se anda
- Pedra que rola não cria limo
- Prá quem sabe ler, um pingo é letra
- Pro bom entendedor meia palavra basta
- Perdido por cem, perdido por mil
- Palavra de rei não volta atrás
- Para morrer basta estar vivo
- O peixe morre pela boca
- Perguntar não ofende
- Pimenta nos olhos dos outros é refresco
- Primeiro a obrigação, depois a devoção
- Quando a esmola é grande o santo desconfia
- Gato ausente, ratos presente
- Quando um não quer, dois não brigam
- Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é burro ou não entende da arte
- Quem semeia ventos colhe tempestades
- Quem vê cara não vê coração
- Quem dá aos pobres empresta a Deus
- Quem cala consente
- Quem não tem cão, caça com gato
- Quem não deve não teme
- Quem avisa amigo é
- Quem ri por último ri melhor
- Quando um burro fala, o outro abaixa a orelha
- Quem com ferro fere, com ferro será ferido
- Quem diz o que quer, ouve o que não quer
- Quem não chora não mama
- Quem desdenha quer comprar
- Quem canta seus males espanta
- Quem morre de véspera é peru
- Quem não arrisca não petisca
- Quem espera sempre alcança
- Quem tem boca vai a Roma
- Quem ri por último ri melhor
- Quem não arrisca não petisca
- Quem brinca com o fogo acaba se queimando
- Quem tudo quer tudo perde
- Rir é o melhor remédio
- Recordar é viver
- Roupa suja se lava em casa
- Rei morto, rei posto
- Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come
- Saco vazio não fica de pé
- Santo da casa não faz milagres
- Só pra morte é que não tem remédio
- Toda brincadeira tem sempre um pingo de verdade
- Tempo é dinheiro
- Todos os caminhos dão Roma
- Tudo que não mata, engorda
- O homem prevenido vale por dois
- Uma andorinha só não faz verão
- Um dia é da caça, o outro do caçador
- Vamos em frente que atrás vem gente
- Vão-se os anéis e ficam-se os dedos
- Levar gato por lebre.
- A Voz do povo é voz de Deus
- Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades

Estes são apenas alguns, se você lembra de outros, que não estão incluídos na lista acima, acrescente através do seu comentário!

(*) Edemar Vitorino - é pastor evangélico, escritor,  conferencista ... Saiba mais...


Crônicas da Vida
Pastorais e Estudos
Eventos
Comunicações
Utilidade Pública
Humor
Reportagens
Mulher
Pesquisas & Estatisticas
Avivamento
Pedido de Oração
Datas Celebrativas
Fotos
Clips
Livros - Indicação
Missões
Ilustrações
Áudios de Mensagens
Oportunidades de Negócios


Facebook

© Blog do Pastor - 2007 desenvolvido por